Resenha do livro “Responsabilidade civil e nascimento indesejado: fundamentos para a reparação da falha de métodos contraceptivos”, de Daniel Amaral Carnaúba (Forense; Método, 2021)

Autores

DOI:

https://doi.org/10.37963/iberc.v5i3.231

Palavras-chave:

Daniel Amaral Carnaúba, resenha, responsabilidade civil, nascimento indesejado, métodos contraceptivos

Resumo

Quem quer que esteja atuando em um caso – seja como advogado, promotor ou juiz – que envolva o tema da responsabilidade civil pelo nascimento indesejado, deveria ler o livro de Daniel Amaral Carnaúba, “Responsabilidade civil e Nascimento Indesejado: fundamentos para a reparação da falha de métodos contraceptivos”. O livro é o resultado de sua tese de doutorado, defendida em 15 de abril de 2016 na Faculdade de Direito da USP, perante a banca composta pelos professores Teresa Ancona Lopez (Presidente), Wanderley Fernandes (FGV SP), Rafael Peteffi da Silva (UFSC), Claudio Luiz Bueno de Godoy (USP) e Otavio Luiz Rodrigues Jr. (USP). Depois da defesa, o autor atualizou, aprofundou e expandiu consideravelmente a obra. E é essa versão enriquecida que foi publicada em 2021 pelas editoras Forense e Método, como parte da prestigiosa coleção Professor Rubens Limongi França.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Daniel Dias, Fundação Getúlio Vargas, Rio de Janeiro - FGV Direito Rio

Doutor em Direito Civil pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP, com período de pesquisa na Universidade de Munique no Instituto Max-Planck, em Hamburgo. Estágio Pós-Doutoral na Harvard Law School. Professor da FGV Direito Rio e advogado.

Downloads

Publicado

2022-10-21

Como Citar

DIAS, D. Resenha do livro “Responsabilidade civil e nascimento indesejado: fundamentos para a reparação da falha de métodos contraceptivos”, de Daniel Amaral Carnaúba (Forense; Método, 2021). Revista IBERC, Belo Horizonte, v. 5, n. 3, p. 202–210, 2022. DOI: 10.37963/iberc.v5i3.231. Disponível em: https://revistaiberc.responsabilidadecivil.org/iberc/article/view/231. Acesso em: 24 abr. 2024.

Edição

Seção

Resenhas