Pandemia e responsabilidade

a pessoa no centro do tabuleiro

Resumo

Completa-se, enfim, o último quadrimestre do mais insólito ano há muito não vivido. O sofrimento imposto à humanidade em 2020 que, desde março, provoca tamanhas incerteza e insegurança ainda turva a visão de futuro, mas já se podem entrever lições a serem colhidas. A premência de lidar com pandemia altamente infecciosa demandou de todos, cada um em sua área, atenção e atuação quase exclusivas. Os impactos da catástrofe reverberaram, claro, no tema da responsabilidade civil, que incorporou novos desafios a seu amplo espectro de atuação. À história caberá retratar esse hiato na linha de transcurso regular dos acontecimentos, e não faltará matéria-prima para sociólogos, filósofos e economistas num mundo em radical transformação; mas por qualquer ângulo pelo qual se enfoque o problema, da análise sobressairá a preocupação com o essencial: a pessoa humana e seus valores existenciais a serem tutelados pelo ordenamento jurídico com máxima prioridade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Edison do Rêgo Monteiro Filho
Professor Titular de Direito Civil da Faculdade de Direito da UERJ. Representante da linha de pesquisa de direito civil no Programa de Pós-Graduação em Direito da UERJ. Foi coordenador do Programa de Pós-Graduação, chefe do Departamento de Direito Civil e vice-diretor da Faculdade de Direito da UERJ. Procurador do Estado do Rio de Janeiro. Foi diretor jurídico do Procon-RJ (2011-2013). Membro do conselho editorial da revista eletrônica de direito civil Civilistica.com. Membro da Comissão de Direito Civil da OAB/RJ. Membro e coordenador da comissão de eventos científicos do Instituto Brasileiro de Direito Civil - IBDCivil. Membro e primeiro vice-presidente do Instituto Brasileiro de Estudos de Responsabilidade Civil - IBERC. Mestre em direito da cidade e doutor em direito civil pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Advogado e parecerista em temas de direito privado.
Publicado
10-12-2020
Como Citar
MONTEIRO FILHO, C. E. R. Pandemia e responsabilidade: a pessoa no centro do tabuleiro. Revista IBERC, v. 3, n. 3, p. V-IX, 10 dez. 2020.
Seção
Editorial